Carros Carros Elétricos NASCAR

#Mustang Elétrico com 1.400 cavalos. Tá bom?

22/07/2020

#Mustang Elétrico com 1.400 cavalos. Tá bom?

São 1.400 cavalos de potência gerados por sete motores distribuídos no protótipo Mustang Mach E – a versão elétrica do clássico da Ford Motor Company, lançado em 1964. Esse carro em questão não será comercializado. Serve apenas como “laboratório” para o engenheiros e, também, como ferramenta de marketing da empresa.

Lembrando que os modelos da linha Mustang Mach E, que em breve estarão disponíveis no mercado, têm potência variando entre 266 e 459 cavalos, igualmente uma “bela patada” para aqueles que gostam de arranque. Seriam lançados em 2020, contudo os planos foram “replanejados” pela pandemia de Covid-19.

A Ford pretende utilizar o modelo Mach E 1400 em competições esportivas. Uma plataforma onde muita coisa pode ser feita. Esse é o resumo, de acordo com Mark Rushbrook — diretor de motorsports da montadora americana. “É uma tela em branco”, falou.

A nova lenda?

A expectativa é que o carro atinja mais de 270 km/h em 400 metros de pista a 8 segundos. Ou seja, isso o habilita para provas de arrancada. Outro anseio é ver o modelo E 1400, o quanto antes, juntando-se à NASCAR. Como vocês já sabem, uma das principais categorias de automobilismo do mundo.

Mesmo com a crise sanitária provocada pelo Coronavírus, a Ford garante que já recebeu reservas para o Mustang elétrico e segue aceitando as encomendas. O Mach E, espera a empresa, deve ser converter no maior concorrente dos carros da Tesla.

Rogério Elias, jornalista, fundador ao Amigos da Velocidade ao lado de Téo José, comentarista de Esportes a Motor, professor de jornalismo e palestrante. @RogerioElias.

COMPARTILHE:

Jornalista. Abril, UOL, Yahoo, Estadão, Correio Paulistano.
Comentários